O alívio deve chegar em breve na forma de tempestades nesta quarta-feira, disse o meteorologista.

Os dados do Met Office mostraram que o Reino Unido teve seu primeiro dia de temperaturas acima de 40°C, com 40,3°C registrados em Lincolnshire. 

Temperatura passa de 40 ºC em Londres; Brigada de bombeiros alerta para incêndios

Isso ocorreu após a noite mais quente já registrada, com temperaturas abaixo de 25°C em algumas partes, mas o alívio deve chegar em breve na forma de tempestades nesta quarta-feira, disse o meteorologista.

VEJA TAMBÉM

A Escócia registrou sua temperatura mais alta de todos os tempos, chegando a 34,8°C em Charterhall, nas fronteiras escocesas, de acordo com números provisórios do Met Office. Ele ultrapassou o recorde anterior de 32,9C registrado em Greycrook em 9 de agosto de 2003.

Pelo menos 13 pessoas morreram ao entrar em águas abertas durante o período de ondas de calor, das quais pelo menos quatro tinham menos de 17 anos. Organizações de segurança da água estão preocupadas que o número possa aumentar com as férias de verão nas escolas.

A brigada de incêndio de Londres declarou um grande incidente em resposta a um enorme aumento de incêndios em toda a capital. 

Os bombeiros descreveram as chamas destruindo casas e prédios em Londres como “inferno absoluto” com moradores evacuados e pessoas levadas para o hospital. 

Os moradores foram retirados de suas casas na vila de Wennington, leste de Londres, enquanto as chamas destruíram prédios e devastavam campos próximos. Duas pessoas também foram levadas ao hospital sofrendo inalação de fumaça após um incêndio em Dagenham.

A polícia da Grande Manchester está pedindo informações sobre incêndios suspeitos de terem sido iniciados deliberadamente na charneca atrás do reservatório de Dovestones.

O secretário de transportes do Reino Unido diz que a Grã-Bretanha deve “aumentar” os padrões ferroviários. Grant Shapps disse que a infraestrutura da era vitoriana “não foi construída para suportar esse tipo de temperatura”. Ele acrescentou que esses eventos ocorrerão com mais frequência e levará décadas para atualizar as linhas existentes para serem mais resilientes.

O serviço de ambulância de Londres está experimentando uma demanda sustentada pelos serviços 999 e 111. 

O serviço disse que está atendendo 400 chamadas por hora, pois vê “um aumento no número de pacientes expostos ao calor”.

Com informações do The Guardian

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.