Segundo os cientistas, o vulcão subaquático está ativo no Pacífico e entrou em erupção , expelindo fumaça e cinzas, várias vezes entre abril e maio de 2022.

O vulcão Kavachi ganhou esse apelido memorável – ‘Sharkcano’- em 2015, quando os cientistas encontraram duas espécies de tubarões, incluindo tubarões-martelo, vivendo – e prosperando – na água quente, ácida e carregada de enxofre da cratera, localizada no fundo do oceano, de acordo com o relatório da expedição. 

Usando uma câmera com isca a quase 150 pés dentro da cratera, os cientistas também viram atum-azul trevally, pargo, arraias de seis guelras, águas-vivas e tubarões-seda vivendo neste ambiente extremo.

“Populações de animais gelatinosos, pequenos peixes e tubarões foram observados dentro da cratera ativa, levantando novas questões sobre a ecologia de vulcões submarinos ativos e os ambientes extremos em que grandes animais marinhos podem existir”, escreveram em um artigo de Oceanografia em 2016, nomeado de Explorando o ‘Sharkcano’: Observações biogeoquímicas do vulcão submarino Kavachi (Ilhas Salomão).

“A expedição de janeiro de 2015 ao vulcão Kavachi, que fica a cerca de 24 quilômetros ao sul da ilha de Vangunu, no Mar de Salomão, foi programada por acaso com uma rara calmaria na atividade vulcânica que permitiu o acesso ao interior da cratera ativa de Kavachi e seus flancos”, escreveram.

De acordo com o Programa de Vulcanismo Global do Smithsonian, o vulcão começou a entrar em erupção em outubro de 2021.

A NASA divulgou imagens de satélite do vulcão em erupção, mostrando água colorida ao redor do vulcão várias vezes entre abril e maio de 2022, informou o Observatório da Terra da NASA.

Kavachi teve outras grandes erupções em 2007 e 2014. Sua primeira erupção registrada foi em 1939.

Com informações: People

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.